Estruturas Metálicas do tipo Drive-in / Drive-through.

São estruturas compostas por montantes semelhantes aos utilizados nos porta paletes, separados por ruas de armazenagem que permitem sistemas de estocagem de alta densidade, ou de tráfego interno. O Drive-in é um sistema constituído por um bloco contínuo de estruturas não separadas por corredores intermediários, o que permite que as empilhadeiras possam se movimentar dentro da própria estrutura, ao longo de “ruas”, não havendo vigas bloqueando o acesso destes equipamentos, para depositar ou retirar as cargas. As estruturas tipo Drive-in também se caracterizam por permitir o acesso apenas por um de seus lados. A operação utiliza o sistema FILO – “First in Last out” (Primeiro palete que é armazenado será o último a sair). Já as estruturas tipo Drive-through permitem o acesso pelos dois lados da estrutura. A operação utiliza o sistema FIFO – First In First Out (primeiro palete que é armazenado será o primeiro a sair).

Oferecem alta densidade de armazenagem com melhor aproveitamento do espaço disponível, graças à eliminação de corredores. Isto permite armazenar o mesmo número de paletes numa área consideravelmente menor do que num porta paletes convencional. Porém, a operação de carga e descarga é mais morosa. O sistema é indicado para produtos com baixa seletividade. Prioritariamente, em cada rua de acesso devem ser utilizados paletes com produtos homogêneos, enquanto que o posicionamento dos níveis de carga deve ser definido previamente. A inexistência de superposição direta de cargas evita o esmagamento acidental e o risco de quedas de pilhas. O sistema é particularmente indicado para os casos em que as movimentações de entrada e saída sejam feitas separadamente e em que o estoque seja movimentado de uma só vez, em intervalos prolongados. Há limites na largura dos corredores internos da estrutura, o que torna importante a definição dos equipamentos de movimentação a serem utilizados.

OUTRAS INFORMAÇÕES

Apostila Pintura